Entrevista ao João Manzarra: Na Petisqueira Matateu "Gosto de ser um bom patrão" - SIC GOLD ONLINE – SIC Sempre GOLD

Breaking

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Entrevista ao João Manzarra: Na Petisqueira Matateu "Gosto de ser um bom patrão"




Em dia de sol e calor, encontrámo-nos com João Manzarra na esplanada da Petisqueira Matateu, espaço de restauração do qual é proprietário em sociedade com o amigo Bernardo Torres, e que fica situado no Estádio do Restelo. O negócio surgiu por mero acaso na vida do apresentador, mas ao final de um ano é já um verdadeiro caso de sucesso.

“Se quiserem vir aqui jantar, o melhor é reservarem mesa”, diz, orgulhoso, enquanto recorda que, inicialmente, muita gente ficou apreensiva com este passo, mas o apresentador, de 29 anos, sempre acreditou “que o segredo seria apostar na qualidade a preços justos. Se há algum luxo que tenho na vida é poder comer bem”. A sua intuição estava certa. Quando abriu portas, Manzarra passava os dias a fazer compras. Hoje, gosta de ter uma parte ativa na cozinha, de “trabalhar com o chef, de provar alguns petiscos”, adiantando que algumas das referências que constam na carta foram ideias suas, exemplo “dos peixinhos da horta servidos com guacamole ou o pica-pau cozinhado com picanha, em vez da carne mais convencional”.

Paralelamente a isto, trata da parte conceptual do espaço: decoração e organização de eventos. “Com este negócio, descobri que gosto de ser um bom patrão”, avança Manzarra, considerando-se um chefe “atencioso e brincalhão, que gosta de ‘se meter’ na vida dos funcionários. Ou seja, perceber se estão bem e se têm algum tipo de problema”. Na petisqueira, além de vários amigos, trabalham consigo os seus dois irmãos. No entanto, a parte familiar não é difícil de gerir. “Até agora não tem sido. Há sempre muito diálogo. Quando se cria um bom ambiente, todos vestem a camisola no sentido de servir bem.” Satisfeito com o sucesso da petisqueira, o apresentador não vê este negócio como um plano B à televisão. “São atividades complementares e ambas me dão muito gozo. Até porque não gosto mais de fazer televisão do que de gerir o Matateu.”



































































TV Mais


Sem comentários:

Enviar um comentário

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Deixe um comentário na caixa do facebook!

Post Bottom Ad

Páginas