'E Se Fosse Consigo?' estreia dia 14 de maio no 'Jornal da Noite' na SIC - SIC GOLD ONLINE – SIC Sempre GOLD

Breaking

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

domingo, 12 de maio de 2019

'E Se Fosse Consigo?' estreia dia 14 de maio no 'Jornal da Noite' na SIC



O programa de informação da SIC 'E Se Fosse Consigo?' está de regresso. Mais uma vez, serão abordados temas relacionados com o preconceito, a discriminação, a exclusão e a violência. 



A Série 3 de 'E Se Fosse Consigo?', estreia no dia 14 de maio, terça-feira, para visualizar e acompanhar no 'Jornal da Noite' na SIC.



Cada reportagem inclui testemunhos de pessoas que revelam as dificuldades que têm em enfrentar o julgamento dos outros. 

Pela sua condição ou por uma circunstância de vida, estes cidadãos já sentiram ou sentem a falta de apoio, seja familiar, social ou institucional. Todos os temas demonstram que na prática os direitos previstos na lei e na Constituição não são garantidos.

O 'E Se Fosse Consigo?' inclui também diversas situações-limite ficcionadas, com atores, que reproduzem o que pode acontecer na realidade. Desta forma, é possível observar o comportamento de cidadãos anónimos relativamente aos seus valores e à sua capacidade de intervenção. 

Em cada uma destas experiências com câmaras ocultas, o programa da jornalista Conceição Lino pretende questionar cada espectador sobre qual seria o seu próprio comportamento caso se encontrasse naquela situação, tanto como observador ou como alvo.

1.º Programa:

Os mitos e a desinformação sobre a sida persistem ao fim de mais de 30 anos sobre o primeiro caso detetado em Portugal.

O programa 'E Se Fosse Consigo?' questiona o conhecimento que jovens e adultos têm atualmente sobre o VIH e sobre as formas de transmissão e confirma que ainda há um enorme estigma relativo a quem é portador de VIH e que, por isso, muito raramente assume perante os outros que tem a doença.

Esse medo leva muitas vezes a isolamento e depressões e acompanha as pessoas em várias circunstâncias da vida familiar, social e profissional. 

Embora já não seja uma sentença de morte como foi no passado, a infecção pelo VIH representa um sério risco de saúde e a dependência de medicação para o resto da vida. A medicação é tanto mais eficaz quanto mais cedo for detetado o vírus e essa é uma das razões para que se faça o teste.

Os dados referem que todos os anos são detetados mais de mil novos casos de sida em Portugal e os últimos dados disponíveis referentes a 2017 referem 1068 novas infeções e 261 mortes relacionadas com a doença.


Ficha Técnica:

Autoria e Coordenação:
Conceição Lino

Jornalistas:
Ana Lúcia Martins
Guilherme Lima

Edição de Imagem:
Marisabel Neto
Andrés Gutierrez

Repórteres de Imagem:
José Silva
Mário Cabrita

Produção Editorial:
Isabel Mendonça



Para ver, no 'Jornal da Noite', a partir do próximo dia 14 de maio.








Sem comentários:

Enviar um comentário

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Deixe um comentário na caixa do facebook!

Post Bottom Ad

Páginas