'E Se Fosse Consigo?' estreia dia 14 de maio no 'Jornal da Noite' na SIC - SIC GOLD ONLINE – SIC Sempre GOLD

Breaking

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

quinta-feira, 9 de maio de 2019

'E Se Fosse Consigo?' estreia dia 14 de maio no 'Jornal da Noite' na SIC



O programa de informação da SIC 'E Se Fosse Consigo?' está de regresso. Mais uma vez, serão abordados temas relacionados com o preconceito, a discriminação, a exclusão e a violência. 



A Série 3 de 'E Se Fosse Consigo?', estreia no dia 14 de maio, terça-feira, para visualizar e acompanhar no 'Jornal da Noite' na SIC.



Cada reportagem inclui testemunhos de pessoas que revelam as dificuldades que têm em enfrentar o julgamento dos outros. 

Pela sua condição ou por uma circunstância de vida, estes cidadãos já sentiram ou sentem a falta de apoio, seja familiar, social ou institucional. Todos os temas demonstram que na prática os direitos previstos na lei e na Constituição não são garantidos.

O 'E Se Fosse Consigo?' inclui também diversas situações-limite ficcionadas, com atores, que reproduzem o que pode acontecer na realidade. Desta forma, é possível observar o comportamento de cidadãos anónimos relativamente aos seus valores e à sua capacidade de intervenção. 

Em cada uma destas experiências com câmaras ocultas, o programa da jornalista Conceição Lino pretende questionar cada espectador sobre qual seria o seu próprio comportamento caso se encontrasse naquela situação, tanto como observador ou como alvo.

1.º Programa:

Os mitos e a desinformação sobre a sida persistem ao fim de mais de 30 anos sobre o primeiro caso detetado em Portugal.

O programa 'E Se Fosse Consigo?' questiona o conhecimento que jovens e adultos têm atualmente sobre o VIH e sobre as formas de transmissão e confirma que ainda há um enorme estigma relativo a quem é portador de VIH e que, por isso, muito raramente assume perante os outros que tem a doença.

Esse medo leva muitas vezes a isolamento e depressões e acompanha as pessoas em várias circunstâncias da vida familiar, social e profissional. 

Embora já não seja uma sentença de morte como foi no passado, a infecção pelo VIH representa um sério risco de saúde e a dependência de medicação para o resto da vida. A medicação é tanto mais eficaz quanto mais cedo for detetado o vírus e essa é uma das razões para que se faça o teste.

Os dados referem que todos os anos são detetados mais de mil novos casos de sida em Portugal e os últimos dados disponíveis referentes a 2017 referem 1068 novas infeções e 261 mortes relacionadas com a doença.


Ficha Técnica:

Autoria e Coordenação:
Conceição Lino

Jornalistas:
Ana Lúcia Martins
Guilherme Lima

Edição de Imagem:
Marisabel Neto
Andrés Gutierrez

Repórteres de Imagem:
José Silva
Mário Cabrita

Produção Editorial:
Isabel Mendonça



Para ver, no 'Jornal da Noite', a partir do próximo dia 14 de maio.








Sem comentários:

Enviar um comentário

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Deixe um comentário na caixa do facebook!

Post Bottom Ad

Páginas