SIC exibe 'Grande Reportagem SIC - Os nossos filhos da Ucrânia' - Site SIC GOLD ONLINE – SIC Sempre GOLD

Breaking

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

SIC exibe 'Grande Reportagem SIC - Os nossos filhos da Ucrânia'



Amanhã quinta-feira dia 25 de setembro, o Jornal da Noite vai exibir a 'Grande Reportagem SIC - Os nossos filhos da Ucrânia' a partir das 20:00H na SIC.
Esta 'Grande Reportagem SIC', é efetuado pelo jornalista Carlos Rico com imagem de Carlos Morais e edição de imagem de António Soares, o grafismo de Sérgio Maduro.




A noite cai e a zona de chegadas do Aeroporto de Lisboa rebenta pelas costuras. É verão, os voos estão atrasados, os rostos não escondem a ansiedade da espera. Para uns é tempo de reencontro; para outros, de revelação. À porta de saída assomam dezenas de crianças loiras trajadas de azul. A confusão instala-se. Há risos e gritos, correria desenfreada, sacos de viagem largados pelo chão para que os abraços aconteçam. E há uma menina que chora. Chama-se Ruslana, vem de uma aldeia remota do norte da Ucrânia, não fala uma única palavra de português e não conhece a família de acolhimento que lhe calhou em sorte. 


Ruslana é uma das 26 crianças da região de Chernobyl que integram o programa “Verão Azul”, organizado por uma companhia de seguros com o objetivo de lhes proporcionar um mês de sol, praia, alimentação saudável, cuidados de saúde, carinho e atenção. 



Olhando para estes meninos trajados de azul não lhes detetamos problemas de maior mas, vinte e oito anos depois do acidente de Chernobyl, a radioatividade continua a influenciar o crescimento, a saúde e o bem-estar daqueles que vivem junto ao perímetro de segurança da central nuclear ucraniana.

As autoridades de saúde acreditam que as crianças da região de Chernobyl ganham dois anos de vida por cada mês de verão passado em Portugal e os pais confirmam que os filhos enfrentam melhor o duro inverno ucraniano. Ao mesmo tempo, aprendem português e estreitam laços de afeto e cumplicidade com aqueles que os acolhem. 

Como Ruslana, que limpa as lágrimas e sorri. Encontrou, finalmente, a família portuguesa de acolhimento e já não tem medo. Sai do aeroporto de mão dada com a “mãe” Paula para viver intensamente o seu primeiro “Verão Azul”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Deixe um comentário na caixa do facebook!

Post Bottom Ad

Páginas